Como a comunicação pode melhorar políticas de saúde e segurança do trabalho

Saúde Ocupacional - 23/12/2016

O uso de ferramentas de comunicação e endomarketing promove a disseminação da cultura de prevenção de acidentes dentro das empresas

comunicação da segurança do trabalho

Foto – Reprodução

A comunicação bem direcionada ainda é uma das principais armas que as empresas disponibilizam para prevenir acidentes de trabalho e conscientizar seus funcionários sobre a importância da segurança e da saúde ocupacional. A comunicação efetiva é capaz de esclarecer dúvidas, divulgar com sucesso os programas de segurança do trabalho existentes dentro do ambiente laboral, além de disseminar normas e procedimentos estabelecidos. Afinal, pouco valem as inspeções de segurança e análise de riscos se tais informações não chegarem aos colaboradores.

Por ser uma questão de grande importância, a segurança do trabalho deve fazer parte da cultura empresarial, levando em conta o comportamento de prevenção de acidentes por parte de todos os funcionários. Com o objetivo de melhorar os procedimentos de prevenção de acidentes dentro dos espaços laborais, investir recursos necessários a fim de conscientizar os colaboradores acaba por se fazer algo extremamente necessário.

Para facilitar esse trabalho de propagação da cultura da prevenção, muitas empresas aderem aos diversos canais de comunicação, como publicações de endomarketing, redes sociais corporativas, blogs internos e os murais digitais. Os murais digitais, ou TVs corporativas, ainda pouco utilizados, têm a missão de reforçar os avisos de segurança, que podem ser inseridos na programação de demais comunicados aos colaboradores.

Este tipo de comunicação em massa auxilia nas questões de segurança laboral e acaba se tornando um meio de diálogo mais atrativo, ao passo em que a interatividade é maior e pode facilitar a divulgação de diferentes tipos de mensagens, como lembretes sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPI), estatísticas sobre acidentes de trabalho, dicas de ginástica laboral para melhorar a qualidade de vida do trabalhador ou sugestões de melhoria em procedimentos de segurança já estabelecidos na empresa.

Um Comentário
  1. […] das políticas de prevenção de acidentes e da prática de atos seguros como as CIPA’s, por exemplo, uma outra ferramenta vem ganhando […]

DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Seu e-mail não será publicado. *Campos obrigatórios.